fbpx

General Motors quer deixar motoristas falarem com o carro

General Motors quer deixar motoristas falarem com o carro
General Motors quer deixar motoristas falarem com o carro

Continua após a publicidade


General Motors quer deixar motoristas falarem com o carro

A montadora americana General Motors quer tornar seus veículos mais falantes. A empresa está desenvolvendo um assistente de linguagem baseado em inteligência artificial cujas capacidades devem ir além da compreensão de instruções simples, disse o gerente da GM, Scott Miller, ao site Semafor. Por exemplo, se uma luz de advertência acender, você poderá perguntar ao carro se pode continuar dirigindo com o erro ou se deve parar imediatamente. E se for necessária uma troca de pneu, você deve poder solicitar ao veículo instruções que podem ser mostradas no visor em forma de vídeo.

A GM quer usar a tecnologia por trás da máquina de texto ChatGPT para o assistente de idiomas, relatou Semafor na sexta. O software usará a plataforma de nuvem Azure, da Microsoft, que coopera com a OpenAI, desenvolvedora do ChatGPT, afirmou, citando fontes informadas.

Até agora, os fabricantes de automóveis integraram software de assistente de voz, como o Alexa da Amazon, em seus carros. Em janeiro, na feira de tecnologia CES, a BMW apresentou a ideia de um carro falante com o qual as pessoas podem conversar como uma visão do futuro.

Publicidade


Sem Enrolação
Sem Enrolação

Conteúdo com dicas de tecnologia rápidas e diretas ao ponto!

Artigos: 235

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *