fbpx

O Microsoft Edge está vazando os sites que você visita para o Bing

Provavelmente é uma boa ideia desativar a função de seguir criador do Edge até que este problema de privacidade seja corrigido.

Microsoft Edge esta vazando

Continua após a publicidade


O navegador Microsoft Edge parece estar enviando os URLs que você visita para seu site Bing API. Usuários do Reddit identificaram na semana passada problemas de privacidade com o Edge, observando que a última versão do Microsoft Edge envia uma solicitação para bingapis.com com o URL completo de quase todas as páginas que você navega.

A Microsoft disse que está investigando os relatórios.

“Procurar referências a este URL dá pouquíssimos resultados, nenhuma documentação sobre esse recurso”, disse hackermchackface, o usuário do Reddit que descobriu o problema. Embora os usuários do Reddit não tenham sido capazes de descobrir por que o Microsoft Edge está enviando os URLs que você visita para seu site Bing API, pedimos a Rafael Rivera, um engenheiro de software e um dos desenvolvedores por trás do EarTrumpet, para investigar e ele descobriu que faz parte de um recurso mal implementado no Edge.

Leia também: Os aplicativos do Microsoft 365 estão migrando para o domínio cloud.microsoft

“O Microsoft Edge agora possui um recurso de acompanhamento de criadores que está ativado por padrão”, diz Rivera em uma conversa com o The Verge. “Parece que a intenção era notificar o Bing quando você está em determinadas páginas, como YouTube, The Verge e Reddit. Mas parece que não está funcionando corretamente, enviando quase todos os domínios que você visita para o Bing”.

O novo recurso

A Microsoft começou a testar este novo recurso de acompanhamento de criadores no Edge no ano passado, antes de implementá-lo mais amplamente nos últimos meses. Ele é projetado para permitir que você siga seus criadores de conteúdo favoritos no YouTube e em toda a web. Se você desativar o recurso, os URLs não são mais enviados para bingapis.com.

A Microsoft possui um filtro mestre (disponível aqui) para este recurso de acompanhamento de criadores, que inclui domínios como o Pornhub, onde os URLs são bloqueados para serem enviados para o site Bing API. Parece que, para cada URL previamente não verificado que você visita, ele passa para bingapis.com, o que tem grandes implicações de privacidade, especialmente quando essa funcionalidade está ativada por padrão.

“Estamos cientes dos relatórios, estamos investigando e tomaremos medidas apropriadas para resolver quaisquer problemas”, diz Caitlin Roulston, diretora de comunicações da Microsoft, em comunicado ao The Verge. A Microsoft ainda não explicou por que os URLs estão sendo enviados para este serviço bingapis.com ou como o Edge foi configurado para enviar quase todos os sites que você visita para o Bing.

Como desativar o recurso?

Até que a Microsoft conclua sua investigação e, presumivelmente, resolva esse problema, recomendamos desativar o recurso “seguir criadores” no Microsoft Edge.

Provavelmente, você nunca soube que ele existia e nunca o usará, então não é uma função que você provavelmente sentirá falta.

Para desativá-lo, vá para Configurações, escolha a guia Privacidade, Pesquisa e Serviços e role para baixo até Serviços. Desative a chave ao lado de “Mostrar sugestões para seguir criadores no Microsoft Edge”, e você estará bem.

Publicidade


Sem Enrolação
Sem Enrolação

Conteúdo com dicas de tecnologia rápidas e diretas ao ponto!

Artigos: 235

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *